E-commerce: Faturamento em 2009 chegará a R$ 10,5 bilhões

Foi realizado ontem, dia 30 de setembro, em São Paulo, o Seminário e-commerce para Pequenas e Médias Empresas. Especialistas que estiveram neste evento prevêem fechar o ano de 2009 com um faturamento de R$ 10,5 bilhões e mais 4 milhões de novos e-consumidores.

A facilidade da Classe C em adquirir cartões de crédito nos últimos anos foi essencial para que pudessem participar efetivamente nestes números, segundo aponta Sandra Turchi, superintendente de Marketing da ACSP.

Em média, o brasileiro consome R$ 323,00 por compra e a expectativa é que no Natal pode chegar a R$ 346,00.

Na apresentação, Turchi ressalta que 90% das grandes empresas utilizam internet, enquanto nas Pequenas e Médias empresas a porcentagem cai para 71%.

“Atualmente, 80% da renda obtida em e-commerce pertencem às grandes empresas do setor. Temos que ampliar sua participação, de 20% a até 30% em 2010”.

Para finalizar ela explicou que o comércio eletrônico apresenta inúmeras vantagens e oportunidades, como significativa redução de custos comparando às lojas físicas, além de disponibilidade 24 horas e em qualquer lugar do mundo.

Saiba mais sobre e-commerce e Invista neste grande mercado para sua empresa.

Conheça a dZoë Interativa e desenvolva soluções para sua loja na internet.

log-blog-sites

Cadastre-se para novas atualizações

Cadastre seu email e receba nossos novos artigos relacionados ao Marketing Digital.

Não se preocupe. Também não gostamos de SPAM.

Obrigado! Seu email foi cadastrado com sucesso.

  • Micheli Consani

    Mesmo com um crescimento relevante de 10,5 bilhões de reais estimado para esse ano, a inclusão das micro e pequenas empresas no comércio eletrônico ainda é pequena. Iniciativas de promoção de workshops realizados em Associações Comerciais Regionais, garantem ao empresário local maior amplitude e conhecimento desse novo modelo de negócio que é o e-commerce. Habituados com as lojas físicas é importante que esse comerciante visualize no comércio online uma nova possibilidade de vendas e não substituição do seu negócio atual. Ter uma loja virtual possibilita o empresário a atender seu público consumidor em horários e dias que, provavelmente não seria possível no caso de uma loja física. Além disso, os novos e-consumidores, estão se habituando com as compras pela internet, exatamente pela amplitude de usuários, que a chamada Classe C, possibilitou com a sua entrada na rede. A facilidade em encontrar diversos segmentos de produtos, varias condições de pagamento, preços e ofertas diferenciados e fazer tudo isso a qualquer hora do dia e em qualquer lugar, garantem ao e-commerce uma possibilidade enorme de crescimento e aumento nas vendas. Conheça-nos pelo blog.tray.com.br ou pelo twitter.com.br/traysistemas.

    • Juliano Calão

      Muito boa a consideração Micheli. Com certeza estas iniciativas poderiam incentivar os pequenos empresários no investimento a essa nova onda de negócios na internet. Agradeço o comentário. Grande abraço.

Leave Your Comment Here

Cadastre-se para novas atualizações

Cadastre seu email e receba nossos novos artigos relacionados ao Marketing Digital.

Não se preocupe. Também não gostamos de SPAM.

Obrigado! Seu email foi cadastrado com sucesso.

Pin It on Pinterest

Share This
× Fale no Whatsapp!