O Google Analytics 4 chegou, e agora é o futuro de todos que utilizam o Google Analytics tradicional, que será descontinuado em Julho de 2023. Porém para qualquer versão do Google Analytics que você utilize existe a opção de realizar a migração.

Porém eu tenho certeza que você deve ter várias dúvidas sobre a nova versão, ou sobre como realizar o processo de migração da maneira correta, e no artigo de hoje eu vou responder as 10 principais coisas que você precisa saber antes de migrar para o GA4.

Caso sua dúvida não esteja na lista, você deixá-la nos comentários, ou então resolvê-la já clicando aqui.

1 – O Upgrade não é o que parece

Quando se fala em upgrade normalmente se pensa em deixar algo antigo para trás, e receber uma versão nova e melhorada, porém quando se realiza a migração para o Google Analytics 4, você ainda pode levar as suas configurações do Google Analytics tradicional.

No caso do Upgrade para o GA4, você pode pegar todas as suas configurações básicas do Google Analytics tradicional e configurá-las na nova versão.

Então não precisa se preocupar em perder tudo que você já tem na versão antiga, pois depois da migração você terá na verdade duas plataformas coletando dados no seu site, o Google Analytics tradicional, e o Google Analytics 4.

Pelo menos por enquanto, pois a partir de 01 de Julho de 2023, somente o Google Analytics 4 irá coletar dados, e o tradicional será descontinuado, então é interessante já realizar a sua migração e ir se acostumando com as novas funcionalidades do GA4.

2 – Novas configurações, novas Tags serão necessárias

Caso você já utilize a gtag no seu site, então você já pode mandar os dados diretamente para o Google Analytics 4 sem nenhum problema, porém caso ainda não a utilize será necessário configurá-la.

A nova Tag Global (gtag.js) é um framework de Javascript e também uma API que permite que os dados dos eventos do seu site sejam mandados para o Google Analytics, Google ADS, e outras plataformas de marketing do Google.

Se você ainda não utiliza a gtag você precisará adicionar as novas Tags no seu site, caso utilize o Gerenciador de Tags, então será necessário configurar a nova coleta de dados. Diversos dados como eventos, audiência e conversões, irão precisar de novas configurações.

03 – Extinção das visualizações

Calma não é que ninguém mais vai ver seu site, é que no Google Analytics tradicional é possível segmentar as visualizações, como por exemplo, caso queira remover do total as visualizações do pessoal que trabalha na sua empresa.

No Analytics tradicional você só precisa criar uma segmentação e utilizar o filtro de remover o tráfego interno, para que possa analisar somente as visualizações referentes ao usuários de fora.

Porém no Google Analytics 4 você não tem a opção de criar esta segmentação, mas você ainda terá acesso as métricas referentes as visualizações do seu site, porém terá que usar o Hub ou alguma outra segmentação para analisar os dados desejados.

04 – Um novo modelo de dados

O Google Analytics 4 tem um novo modelo de dados quando comparado à versão tradicional. Tudo no GA4 é baseado em eventos e usuários. Uma nova sessão é um evento, uma visualização no site é um evento, uma interação com o browser também, e todos os eventos são rastreados e salvos como um outro evento.

05 – O modo de rastrear os eventos mudou

No Google Analytics tradicional, o rastreio é feito mediante certos parâmetros como categorias, ações e atributos. Já no GA4 você já tem os parâmetros e valores junto com cada evento, e ainda pode adicionar outros 25 no máximo, permitindo assim uma análise bem mais detalhada.

06 – Diversos eventos são rastreados automaticamente

No Google Analytics 4 eventos como rolagem de página, links clicados, downloads, interações com vídeos inseridos e pesquisas, já são registrados de forma nativa.

Estes eventos já começam a ser registrados a partir da criação da sua conta no GA4. Você pode desativar os que não são interessantes para você, mas os essenciais já estão configurados automaticamente.

07 – Metas e conversões mudaram

No Google Analytics tradicional você precisa configurar as metas, onde era necessária uma configuração à parte para defini-las. Já no GA4 tudo está integrado, você pode definir um evento para certas métricas e a partir daí já definir uma meta para este evento de uma maneira bem mais prática.

08 – Nem todos os relatórios estão no Google Analytics 4

O Google Analytics 4 tem um número pré-definido de relatórios e alguns que você utilizava no Google Analytics tradicional não estão mais disponíveis. Alguns ainda não foram implementados no GA4, enquanto outros simplesmente não fazem mais sentido para o novo modelo de dados.

Como o Hub de Análise que é parecido com o Google Data Studio, é possível verificar os dados e construir seus relatórios a partir dos dados analisados e salvos em seu Hub, ao contrário dos modelos pré-definidos da versão anterior.

09 – Fim da Taxa de Rejeição

A taxa de rejeição foi uma métrica muito importante que ajudava a medir a qualidade do seu site, porém ela não está mais disponível no Google Analytics 4. A Taxa de Rejeição foi substituída pela Taxa de Engajamento.

Esta Taxa mede visitantes que ficam pelo menos 10 segundos no seu site, ou acessa dias páginas ou inicia um evento de conversão, temos um artigo completo explicando melhor a Taxa de Engajamento e como convertê-la para taxa de rejeição aqui.

10 – As Métricas serão diferentes

Existe uma diferença grande na coleta e análise de dados pelo Google Analytics tradicional para o Google Analytics 4, onde as métricas coletadas pela plataforma antiga serão diferentes das coletadas pelo GA4. Você verá números diferentes para uma mesma análise realizada pelas duas plataformas.

E você, o que está achando do Google Analytics 4?

Deixe um comentário se você achou a mudança muito legal, ou se ela só está servindo para confundir todo mundo.

E caso você queira realizar a migração e aprender mais sobre o Google Analytics 4 está na hora de você ver este artigo, que certamente irá lhe auxiliar muito nessa tarefa.

Cadastre-se para novas atualizações

Cadastre seu email e receba nossos novos artigos relacionados ao Marketing Digital.

Não se preocupe. Também não gostamos de SPAM.

Obrigado! Seu email foi cadastrado com sucesso.

Cadastre-se para novas atualizações

Cadastre seu email e receba nossos novos artigos relacionados ao Marketing Digital.

Não se preocupe. Também não gostamos de SPAM.

Obrigado! Seu email foi cadastrado com sucesso.

Pin It on Pinterest

Share This
× Fale no Whatsapp!