Marketing e vendas: por que as duas áreas devem andar juntas?

Marketing e vendas: por que as duas áreas devem andar juntas?

A falta de alinhamento entre vendas e marketing é um problema tão antigo quanto o capitalismo. Embora ambas as equipes compartilhem a mesma meta de negócios, muitas vezes elas não se dão bem, podendo chegar ao ponto de rivalizarem por espaço e destaque dentro da organização.

Os profissionais de marketing culpam os vendedores por não aproveitarem todos os leads gerados pelo conteúdo que criam. A equipe de vendas, por outro lado, acha que o marketing não está produzindo leads suficientes (e prontos) para a venda, ou que o conteúdo não está sendo relevantes para seus clientes.

Esse tipo de rivalidade é, em muitos casos, causado pela própria gestão da empresa como uma forma de “incentivar melhores resultados”. Mas, não se engane: organizações que fazem isso, estão dando um tiro no pé. A verdade é que marketing e vendas precisam trabalhar juntos, e o artigo a seguir vai mostrar os motivos para isso.

Trabalhar na criação de conteúdo relevante juntos

O conteúdo que os profissionais de marketing criam, ajuda os vendedores a avançar com mais rapidez para alcançar um potencial comprador no canal de vendas. As equipes de marketing criam conteúdo com base em análises de mercado e tendências do setor, estratégias de promoção e segmentação de grupos-alvo. Esse tipo de conteúdo é então usado em propostas de vendas.

É por isso que as vendas podem realmente ajudar, compartilhando ideias valiosas da “vida real” com a equipe de marketing sobre qual conteúdo funciona melhor e em que estágio. A equipe de vendas sabe, melhor do que ninguém, quais são as perguntas que os clientes em potencial fazem em cada etapa de uma venda.

Isso facilita muito a criação de conteúdo relevante e elimina o “jogo de adivinhação” do conteúdo que um grupo-alvo deseja consumir. Em outras palavras: “Se um cliente quiser saber sobre A, não forneça informações sobre B”.

E é por isso que as duas equipes precisam se comunicar mais!

Analisar a jornada do cliente e desenvolver o ciclo de compra

Entender a mente dos clientes e caminhar com eles é a melhor estratégia para criar um relacionamento e vender o seu produto ou serviço. É aqui que você pode realizar uma análise abrangente da jornada do cliente e definir o ciclo de compra.

Qual é o objetivo de criar toneladas de conteúdo, distribuí-lo em canais de comunicação aleatórios e depois rezar para que essa estratégia maluca funcione?

A união dos departamentos de marketing e vendas é capaz de observar atentamente os estágios pelos quais os clientes passam, os canais que eles usam ou as perguntas que apresentam, sendo capazes de criar um modelo único e completo de experiência do cliente.

Desenvolver personas juntos

Definir as personas do comprador é muito importante. Ser capaz de descrever quem são seus clientes ideais, o que eles fazem, que escolhas preferem, que desafios enfrentam e como tomam decisões, proporcionam às equipes de marketing e vendas uma vantagem competitiva.

Simplificando, se você sabe com quem está lidando, sabe o que fazer!

No entanto, a parte complicada aqui é concordar em quem é seu cliente ideal. A equipe de vendas e marketing pode ver o mesmo alvo de maneiras diferentes. Alinhamento é mais uma vez a chave aqui! A combinação de conhecimento prático e teórico os ajudará a definir necessidades mais realistas de clientes em potencial. Isso resultará na oferta dos produtos certos no momento certo e para as pessoas certas.

Quer descobrir novas formas de criar conteúdo envolvente e vender para as pessoas certas? Gostaria de descobrir como unir ainda mais seus departamentos de marketing e vendas? Então deixe seu comentário abaixo para ajudarmos sua empresa neste processo.

5 motivos para a sua empresa começar a investir em marketing digital hoje mesmo

Você com certeza já foi impactado de alguma forma pelo marketing digital. Seja de uma maneira clara ou mais disfarçada, esse conjunto de estratégias voltadas para a internet é uma realidade que está longe de mudar. A maioria dos negócios investe, nem que seja de forma inconstante, em ações de marketing digital.

Mas o que torna o marketing digital tão importante para as empresas de todo o mundo? Confira agora 5 razões para você investir suas ações de marketing no meio digital.

1 Todo negócio pode ter resultados com marketing digital

Seja você uma grande companhia ou um negócio recém-criado e com poucas vendas, o marketing digital é o meio perfeito para que você alcance seus resultados. Existem várias vertentes dentro do marketing digital que você pode aplicar no seu negócio. Pode ser mídia online, marketing de conteúdo, e-mail marketing entre outros. Tudo realizado da forma correta, pode proporcionar grandes resultados para a sua empresa.

2 Não é necessário um alto orçamento

Como já citamos anteriormente, há muitas possibilidades dentro do marketing digital. E se você acredita que todas dependem de muito dinheiro para serem colocadas em prática, se engana. Por exemplao: a mídia online que é uma propaganda voltada para o meio digital, tem a possibilidade de ser realizada com valores altos, como também podem ser feitos com R$ 20.

Seja qual for a ação, existe um custo por trás, seja através do uso de mão de obra ou diretamente na divulgação. Mas o importante é que se trata de um meio que não exige um orçamento alto para trazer resultados consistentes para a empresa.

3 Sua empresa em contato com o público-alvo

A internet sem dúvidas trouxe uma grande vantagem que é a capacidade de impactar pessoas ao redor do mundo. Essa rapidez na comunicação e na troca de conteúdo, permite que a cada dia as pessoas estejam mais familiarizadas com este meio. Inclusive, o poder da internet é tanto que afeta diretamente na rotina das pessoas.

Essa capacidade de estar onde o seu público-alvo está é uma das principais vantagens de quem utiliza o marketing digital em sua estratégia. Além disso, essas ações podem impactar pessoas de todo o mundo. Isso significa que com a estratégia certa, é possível atrair clientes e ainda fidelizar essas pessoas para sempre comprarem da sua loja.

4 Grandes possibilidades

A cada dia surgem novas maneiras de otimizar o marketing digital. Tudo isso serve para que os profissionais tenham novas possibilidades de gerar resultados para a empresa. Então, não há limitação de iniciativas, minimizando assim a performance. Há sempre uma nova ação que pode ultrapassar suas expectativas.

5 Ferramentas otimizam processos

No marketing digital encontramos várias ferramentas que são capazes de otimizar as estratégias. Mas por que isso é um motivo para se investir em marketing digital? Essa vantagem se deve ao fato que qualquer negócio pode ter meios que otimizem seus esforços.

Mais do que isso, que possam compreender o que está gerando resultado ou não. Sim, as estratégias de marketing digital são fáceis de serem mensuradas. Entender quais clientes compraram por causa daquela ação, qual iniciativa gera mais resultado entre outros.

Esses são os principais motivos que tornam o marketing digital uma ótima forma de alavancar o seu negócio. Seja qual for o seu objetivo, é possível encontrar uma solução que aumente sua performance. Quer entender como isso é feito? Cadastre-se agora e faça uma Análise Prévia de Presença Online.

Marketing de experimentação: você já ouviu falar nessa estratégia?

Marketing de experimentação: você já ouviu falar nessa estratégia?

Conheça como funciona a estratégia de marketing de experimentação.

O marketing passou por profundas transformações nos últimos anos, especialmente com o advento do digital e a mudança de perfil do consumidor, que tende a rejeitar aquelas propagandas invasivas. No entanto, nesta relação entre empresa e cliente a partir do marketing, existe algo que não mudou: para conquistar o consumidor, é preciso, acima de tudo, oferecer a melhor experiência possível.

E como isto é possível no meio digital? Através do marketing de experimentação. Você pode nunca ter ouvido falar deste conceito, mas sabe o quanto oferecer um “gostinho” do seu produto pode fazer a diferença na hora de influenciar a decisão de compra do público.

Se você quer entender melhor essa estratégia, nós vamos te explicar os fundamentos do marketing de experimentação e quais as melhores práticas para aumentar a conversão.

O que é marketing de experimentação?

De uma forma simplificada, o marketing de experimentação consiste em oferecer um “test drive” do seu produto ao cliente. Você deve estar pensando que essa estratégia é bem antiga. E é mesmo! Porém, com o passar do tempo, elas simplesmente sumiram do orçamento das equipes de marketing. Se você estiver atento aos rumos do mercado, é uma ótima hora para sair na frente.

Explica-se: o marketing nos dias atuais está muito atrelado aos conceitos do digital, como inbound, SEO, entre outros. Porém, na busca incessante pela automação e captação online de clientes, é preciso entender que o lado humano, a experiência física, não podem simplesmente serem deixados de lado.

Já sabemos que o consumidor está nas rédeas das relações do mercado. A decisão é dele. Porém, mesmo com o inbound marketing, pode ser difícil posicionar o seu conteúdo de forma autêntica.

Construção da experiência

O marketing de experimentação não vai de encontro ao poder de decisão do cliente. Pelo contrário: está totalmente ligado a ele! O que isso significa? Que se o indivíduo de fato está interessado no seu produto, por que não oferecer um “gostinho” dele para que o cliente tenha certeza de que está fazendo a melhor opção?

Em uma era onde a concorrência está cada vez maior, as pessoas estão cada vez mais receosas na hora de fechar uma compra. Pesquisam no Google, perguntam para os amigos… Mas nada pode ser mais efetivo do que oferecer a elas a construção de sua própria experiência.

Se essa experiência for positiva, o retorno é simples: as pessoas vão querer retribuí-la, naturalmente comprando com a sua empresa. Daí em diante, se esta relação for bem estimulada, a sua empresa ganha um cliente fidelizado.

Benefícios do marketing de experimentação

Em primeiro lugar, ao confiar o poder da experiência ao cliente, a empresa melhora a percepção da marca e ganha a confiança do consumidor, além de validar a qualidade de seu produto.

Não menos importante, essa estratégia também facilita a mensuração do Retorno Sobre Investimento (ROI), pois é possível gerir a quantidade de distribuição de itens e os resultados obtidos.

Gostou das dicas? Se você quer iniciar esta estratégia na sua empresa, deixe seu comentário e iremos atender você.

Automação de Marketing: Saiba o que é e como aplicar na sua empresa

Automação de Marketing: Saiba o que é e como aplicar na sua empresa

Uma simples pesquisa de mercado aponta que os clientes hoje desejam muito mais do que a praticidade de realizar uma compra e finalizar o contato, ele quem relacionamento com a empresa. Entretanto, este cuidado vai além de receber brindes sem nomes e mensagens sem destinatário, ele quer exclusividade. O consumidor quer se sentir parte importante do dia a dia do seu negócio, alguém a ser sempre conquistado. Para poder fazer este tipo de abordagem as empresas passaram a usar a automação de marketing.

O cliente se sente parte do todo

A ideia com a automação de marketing é criar customizar e facilitar estas ações de relacionamento com o cliente. Para que isso acontece é necessário ter a disposição ferramentas de softwares capazes de personalizar cada e-mail e cada material. Desta forma, o cliente se sente satisfeito com a atenção e a equipe de venda se volta a suas funções mais essenciais como aprimorar ainda mais o relacionamento, produzindo mais e melhor.

Através desta ferramenta as empresas podem disparar e-mails personalizados de acordo com dados contatos e a promoção que se quer fazer, também é possível programar as postagens nas mídias sociais, avaliar os resultados das campanhas, dentre outras funcionalidades. Portanto, esta é uma maneira eficiente de envolver o cliente com a sua empresa, mesmo sem ter que voltar toda a sua empresa para cumprir estas atividades. As equipes permanecem concentradas em produzir ações de marketing mais relevantes.

A automação de marketing deve ser feita com responsabilidade

A empresa que deseja trabalhar a partir da automação de marketing deve ser muito criteriosa para contratar um software capaz de personalizar o seu contato com os clientes. Isso porque o processo de vendas e prospecção de sua empresa serão duas áreas fortemente impactadas. Estas ferramentas podem ser customizadas para se adaptarem ao seu tipo de empresa e característica dos clientes.

Antes da automação de marketing de fato começar a funcionar, a empresa deverá conhecer muito bem os tipos de clientes que tem. Cada consumidor tem uma maneira de se comportar e expectativas sobre os produtos e serviços, logo o software tem que compreender os insights que o fará comprar. No entanto, não é só criar as bases e deixar que tudo aconteça sozinho, é preciso acompanhar se os clientes estão satisfeitos. Todavia, até que isso aconteça pode ser preciso ter paciência para esperar os resultados.

Vantagens da automação de marketing para a sua empresa.

De forma prática, a automação de marketing pode ser utilizada nos e-mails de marketing, como forma de nutrição de leads. Por ser o uso mais comum, ele tem softwares específicos para atuar, além de que poder programar os horários e ter títulos diferentes para cada cliente. Ainda como vantagem esta a possibilidade de criar CTA’s mais assertivos e saber exatamente o que o seu público gosta.

Outra vantagem diz respeito ao controle de mídias sociais, uma vez que elas são uma das formas mais diretas de se comunicar com o público. Entretanto, é muito trabalhoso cuidar de todas as contas, por isso através da automação se pode criar enquetes, promoções e aumentar o alcance de sua empresa. As postagens são programadas de acordo com o horário que dê mais visibilidade, criando ainda mais proximidade com os clientes.

Não perca mais clientes porque não conseguiu dar a atenção necessária a eles, conheça os nossos serviços para que possamos te ajudar. Baixe os nossos e-books e aprenda mais sobre o marketing. Ah, e não deixe de se cadastrar para uma participar de uma análise prévia de presença on-line. Entre em contato!

Quais as vantagens de um chatbot para o meu negócio e-commerce?

Quais as vantagens de um chatbot para o meu negócio e-commerce?

A expansão do e-commerce transformou a Internet em um centro de compras 24 horas. Por isso, surgiram novas necessidades entre consumidores e empresários. Os dois lados da equação cada vez mais necessitam de ferramentas comunicacionais eficientes para, de um lado, comprar com conforto e segurança e, de outro, estar sempre disponível para o cliente.

É neste contexto que surge o chatbot. Esta poderosa ferramenta automatiza as conversas, aumentando a eficiência comunicacional. Quer saber quais são as vantagens que ele oferece pro seu e-commerce? Continue a leitura deste post!

Aumente seu potencial de geração de leads qualificados

Com um chatbot bem configurado, você pode aumentar exponencialmente a sua aquisição de leads qualificados. Para isso, basta disponibilizar um chatbot que tenha uma linguagem amigável e forneça respostas úteis. Em troca, seus consumidores lhe fornecerão seus dados de contato, que você pode usar para conduzi-los pelo seu funil de vendas.

Preste assistência às compras e aumente as conversões

A configuração do chatbot pode permitir que ele realize diversas atividades. Por exemplo, um cliente pergunta sobre um produto, seu chatbot informa sobre disponibilidade, lançamentos, promoções e outros dados importantes. Ao final, oferece-se para adicionar o item ao carrinho.

Desta forma, ele contribui para o seu negócio por prestar auxílio ao cliente, além de promover a conversão de uma venda como um vendedor treinado.

Aumente a venda de itens que estão parados no seu estoque

Como você viu no item anterior, o chatbot pode ser uma importante ferramenta para a conversão de vendas. Por isso, utilize-o para promover itens que não vendem muito, ou para aumentar o volume de produto no carrinho de um cliente.

Por exemplo, se o seu e-commerce tem uma grande saída de tênis, o chatbot pode oferecer meias ou desodorantes para os clientes que colocarem um par no carrinho.

Reduza o índice de abandono de carrinho

Carrinhos abandonados são comuns quando o cliente não encontra uma oferta ou produto específico no seu e-commerce. O chatbot pode auxiliar a reduzir esta taxa ao averiguar o motivo da desistência e ajudar o cliente a se inscrever para saber sobre novas promoções, ou disponibilidade de produto.

Assim, além de melhorar as suas vendas imediatas, o consumidor sente-se mais valorizado. Adicionalmente, desta forma, você dá mais um passo rumo à fidelização.

Atenda o cliente de forma imediata

O chatbot permite atender instantaneamente às necessidades do seu consumidor. Não é à toa que grandes marcas já lançam mão deles não só em seus sites, mas também nas redes sociais.

O chatbot pode tirar dúvidas sobre o funcionamento de produtos, sobre a prestação de serviços, horários de atendimento, etc. Contudo, para utilizá-lo como uma boa ferramenta de SAC, é preciso reunir dados sobre as dúvidas mais recorrentes dos seus consumidores. Assim, com o tempo, você poderá melhorar cada vez mais a ferramenta, tornando-a mais útil e eficiente para o seu negócio e para o consumidor.

Como você viu, os chatbots oferecem muitas vantagens ao seu e-commerce. Quer saber mais sobre como melhorar suas vendas online? Conheça os meus serviços!

Marketing de Influenciadores: minha empresa pode utilizar essa estratégia?

Marketing de Influenciadores: minha empresa pode utilizar essa estratégia?

O marketing oferece muitas oportunidades para que a sua marca esteja sempre a frente dos seus concorrentes. Entretanto, você precisa saber como e quando usar cada estratégia para que você consiga obter resultados. Hoje vou abordar sobre o Marketing de Influenciadores e mostrar como a sua empresa pode colocar em prática essa estratégia.

O que é Marketing de Influenciadores?

O marketing de influência são ações de engajamento com pessoas influentes no meio digital para que elas compartilhem opiniões e experiências com os produtos e serviços das marcas, com o objetivo de influenciar a decisão de compra dos seus seguidores.

Quem são os influenciadores digitais?

É uma nova profissão que surgiu junto com a internet. Muitas vezes, os influenciadores não são amplamente famosos, entretanto são muito conhecidos por aquele público segmentado que o segue e tem ele como referência em alguma área específica.

Normalmente os influenciadores têm um número elevado de seguidores e atingem números incríveis de engajamento em todas as postagens e stories que divulgam. Eles são considerados autoridades na área.

Alguns exemplos que podemos dar é: na área de alimentação equilibrada, a Gabriela Pugliesi, na hora de moda e maquiagem, a Camila Coelho ou a Flávia Pavanelli. Se formos falar sobre empreendedorismo, podemos citar como influencers da área o Conrado Adolpho e o Abílio Diniz, por exemplo.

Minha empresa pode usar essa estratégia?

Qualquer marca que tenha na área um influencer pode utilizar essa estratégia. Veja como começar a colocar o marketing de influência em prática:

Defina o objetivo da ação

Para saber o que fazer, você deve saber onde você quer chegar. Para isso, o primeiro passo é definir o objetivo desta ação. Segue alguns exemplos mais usados:

• Fortalecer a marca
• Gerar leads
• Aumentar as vendas
• Lançar um novo produto no mercado
• Fortalecer a presença digital da sua marca.

Defina o tipo de influencer para a sua campanha

Você tem que fazer um estudo do mercado em que você atua e ver quem são os influenciadores do seu segmento. Quem os seus clientes ouvem antes de comprar o tipo de produto ou contratar o tipo de serviço que você oferece?

Além disso, outro ponto a ser estudado durante a escolha do influencer é o engajamento que ele tem com os fãs e não o número de seguidores. Vamos a um exemplo:

Uma pessoa pode ter 100 mil seguidores e ter uma taxa de engajamento de 1%, o que significa que está atingindo apenas 1000 pessoas.
Uma pessoa pode ter 50 mil seguidores e ter uma taxa de engajamento de 5%, o que significa que está atingindo 2500 pessoas.
Mesmo com menos seguidores, o segundo exemplo tem mais engajamento e atinge um número maior de pessoas para a divulgação da sua ação.

Outro dia saiu um artigo muito interessante, sobre uma empresa que contratou um Digital Influencer e não vendeu 36 camisetas no seu ecommerce. Por isso, tome cuidado na hora de contratar seus influenciadores digitais, procure descobrir a taxa de engajamento destes perfis.

Veja alguns tipos de influencer:

Top Celebridade: algum famoso que todos conhecem, mas que não necessariamente tem relação com o mercado em que o seu negócio atua.
Fit Celebridade: é aquele encaixe perfeito, além de ser muito famoso e conhecido, esse famoso tem grande influência no mercado em que a sua empresa está inserida.
Autoridade: esse tipo de influencer sabe do que está falando e o endosso vale muito entre os seguidores dele.
Ecossistema: é quando você utiliza vários pequenos influenciadores de um só assunto. Dessa forma, você vai dominando a conversa entre eles e a sua ação ganha repercussão.

Onde encontrar mais informação sobre Digital Influencers

Tenho buscado informação a respeito ultimamente, até porque muitas marcas tem usado essa estratégia para alcançar seus objetivos de marketing.

Um pessoal que é autoridade no assunto de Digital Influencers é a Youpix. Eles tem um programa de treinamento específicio para esse mercado que é o Youpix Influencer Marketing Program, vale a pena dar uma estudada no assunto. A Bia Granja que é gestora da empresa, deu uma palestra sobre o assunto recentemente e trouxe muitas informações importantes.

Uma dica muito bacana para que tem pouco orçamento é procurar por micro influenciadores digitais, aquelas pessoas que nem sempre tem muitos seguidores mas que conectam-se muito bem com sua audiência e com um público muito específico.

Além disso, o canal no Medium da Youpix tem muita informação a respeito. Vale super a pena!

Conheça Web Analítica

Quer fazer o seu negócio decolar no mundo digital? Fale com a gente!

Pin It on Pinterest

× Fale no Whatsapp!