SEO: 4 coisas que você precisa saber para posicionar seu negócio local

SEO: 4 coisas que você precisa saber para posicionar seu negócio local

Loading Likes...

SEO para empresas nos últimos anos se tornou revolucionário.

Nos últimos 3 anos ficou significativamente mais fácil encontrar empresas, lojas ou itens locais no Google, criando uma mudança na intenção do usuário e no comportamento de pesquisa.

Os usuários de forma geral não precisam mais incluir sua localização em consultas de pesquisa, como inserir “borracharia no bairro aeroporto em Londrina” no Google.

Essa tendência deu lugar à consulta de pesquisas “próximos a mim” – o Google faz pesquisas o mais próximo de nós quando usamos este “recurso” através da sua Geolocalziação. Enquanto que quando colocamos a cidade ou local específico ele fará buscas em sua região.

Segundo o especialista em marketing digital Jordan Kasteler, 1 em cada 3 buscas do Google tem a intenção local. Isso significa que os usuários pesquisam e esperam informações locais nos resultados de pesquisas e, agora mais do que nunca, deve-se priorizar a otimização de estratégias locais e externas para SEO local.

Abaixo estão algumas coisas a serem observadas ao otimizar o SEO local.

 

# 1: As Tags de Título e Meta Description ainda são necessárias

Tags de título e meta descrições são elementos HTML no site que refletem o conteúdo de sua página e são mostrados em SERPs (Páginas de Resultados) e guias do navegador como texto. Com o Google aumentando a largura do SERP para 600px, o tamanho das tags de título fica entre 40 e 50 caracteres (melhores práticas), enquanto as meta descrições devem ter no máximo 160 caracteres.

Titulo e Meta Descrição

Os títulos mostram o que a sua página está relacionada aos visitantes e aos indexadores do mecanismo de pesquisa , enquanto as descrições meta resumem o conteúdo da sua página. Suas tags de título e meta descrições devem incluir as palavras-chave que você está tentando classificar, por exemplo, “hotéis baratos em Curitiba” (a título tag inclui uma palavra-chave e localidade).

Títulos e meta descrições devem ser únicos, atraentes e descritivos, pois isso pode afetar as taxas de cliques dos resultados de pesquisa para sua página.

Usando as diretrizes de tamanho acima, certifique-se de que seu título e descrições estejam sendo exibidos na íntegra na SERP. Use ferramentas como o plug-in de SEO do Yoast, a ferramenta de visualização SERP e o SEOmofo para simular como suas tags de título e sua meta descrição aparecerão nos resultados da pesquisa.

 

# 2: Pesquisa de Palavras-chave

A Pesquisa de palavra-chave representa a base da sua campanha de SEO e quando feito corretamente, palavras-chave podem direcionar tráfego e rankings para suas páginas da web. As palavras-chave representam termos e frases que as pessoas digitam como consultas de pesquisa para encontrar empresas locais.

A pesquisa de palavras-chave para SEO local envolve a otimização de suas páginas da Web para palavras-chave com modificadores geográficos – ou seja, nomes de lugares e locais. Para uma empresa de fabricação de móveis, por exemplo, uma palavra-chave genérica e não local pode ser “fabricantes de móveis planejados”, mas para empresas que otimizam para SEO local, uma frase-chave aceitável seria “fabricantes de móveis planejados em Londrina” ou “fabricantes de móveis no Centro de Londrina”.

Para otimizar sua pesquisa de palavras-chave para SEO local, faça um brainstorm de palavras-chave ou frases com um geo-modificador que os clientes possam usar ao pesquisar uma empresa como a sua. Gere frases ou palavras geradas por meio do Planejador de palavras-chave do Google, Keyword.io, ou Ubbersugest (que está fantástico), para obter ideias de palavras-chave juntamente com estatísticas mensais de tráfego de pesquisa.

A pesquisa de palavras-chave pode ser demorada, mas gratificante quando feita corretamente.

 

# 3: Otimizar para o Google Meu Negócio e o Bing Places for Business

O Google Meu Negócio , anteriormente conhecido como Google Places, permite que você exiba seu horário comercial, número de telefone e rotas para seu negócio na Pesquisa do Google e no Google Maps. Esse serviço é gratuito e ajudará em seus esforços de SEO, pois sua empresa é listada quando os clientes procuram por seus serviços.

 

Google Meu Negocio, SEO em Londrina

 

Ao otimizar sua página do Google Meu Negócio, lembre-se de enviar o logotipo da empresa e as fotos da sua empresa (funcionários, prédio de escritórios, etc.).

Para um negócio on-line sem localização física, você pode ocultar seu endereço, mas certifique-se de preencher e validar todas as outras informações inseridas. Um número de telefone perdido ou endereço incorreto pode resultar na perda de clientes e receita.

Para o Bing Places, o processo é semelhante ao Google Meu Negócio. Embora o Bing não possa ser comparado ao Google em termos de uso e tráfego de busca (3,5 bilhões de buscas por dia), alguns clientes ainda usam o mecanismo de busca, e você pode ter o que precisa.

# 4: Ferramenta de Posts do Google Meu Negócio

Esta é uma novidade que ainda vai dar o que falar. Lançada neste ano de 2018 a ideia do Google é concorrer com as Páginas do Facebook dando possibilidade dos donos de negócios locais poderem colocar posts temporários dentro da Página do Google Meu Negócio. Uma das grandes vantagens é que o Post fica destacado também na página de resultados do Google, e, segundo informações de especialistas de SEO está sendo um dos fatores primordiais para rankeamento local.

A ferramenta de Posts do Google Meu Negócio possibilita incluir fotos, videos, eventos e até ações promocionais na SERP e fica por 24 horas aparecendo.

 

 

Conclusão

Os pontos colocados acima são algumas ideias para ajudar no posicionamento de seu negócio localmente, mas implementa-los com certeza fará com que você gere resultados e melhores taxas de cliques e porque não dizer, conversão e vendas para seus negócios.

Se precisar de ajuda para fazer este processo de otimização de sites para buscadores (SEO) de forma local, pode contar comigo.

Tendências de Busca. Não basta ser natural, tem que ser POWER

Tendências de Busca. Não basta ser natural, tem que ser POWER

Loading Likes...

Durante os anos 90 e 00, não importava muito a fórmula de um produto: bastava prometer intensidade – fosse de sabor, cor, resultados etc. – que já ganhava atenção do consumidor. Hoje, o público presta muito mais atenção nos ingredientes daquilo que consome e procura comprar o que é mais saudável. Se um produto, além de natural, tiver “superpoderes”, já sai na frente da concorrência.

tendencias de buscas

Do fim dos anos 90 para cá, vivemos a era da intensidade. As pessoas só se interessam pelo que for mega, ultra, hiper ou POWER. Nesse contexto, aquela máxima que a gente cresceu ouvindo, cabe como uma luva: tudo que é demais, faz mal. Depois de mais de uma década de excessos, os sinais nocivos começam a aparecer e o NATURAL surge como uma redenção, uma tendência de comportamento que cresce e dá início a um período de ruptura.

O encontro de 2 macrotendências

Estamos vivendo o encontro de duas macrotendências – enquanto uma entra em declínio, outra começa a ganhar destaque. Desse momento de ruptura onde o excesso e a saúde tentam viver em harmonia, surge uma tendência de comportamento que o Google passou a chamar de POWER NATURAL.

Vivemos a ERA POWER

Too Much Information

Muita informação, muitas marcas e uma avalanche de estímulos. Esse excesso faz com que as pessoas tenham cada vez mais dificuldade em absorver uma mensagem.

Multitasking

Acredite se qusier, o cérebro humano não foi feito para fazer duzentas coisas ao mesmo tempo. E essa sobrecarga acaba afetando a velocidade e a intensidade com que criamos desejos e necessidades.

Ciclos mais curtos

A multiplicidade de mensagens faz com que elas tenham um ciclo de vida cada vez menor.

 

Não dá pra viver a 200 POR HORA o tempo todo, uma hora a conta chega em nosso cérebro. Com o excesso de informações e Multitarefas do dia a dia vivemos um Ciclo vicioso prejudicial.

 

COMEÇA COM O EXCESSO DE TAREFAS:

O Ciclo Dopamina

Um cérebro que demanda CONSTANTEMENTE por distração, precisa de estímulos cada vez mais poderoso para OBTER SATISFAÇÃO.

E ISSO AFETA O MODO COMO CONSUMIMOS TUDO NA ATUALIDADE:
Música, Cinema, Comida, Esportes, tudo precisa ter uma pitada a mais, um excesso…

MAS UMA HORA A CONTA CHEGA e é isso que tem mudado o comportamento nas buscas na atualidade. As buscas por termos como EMAGRECER aumentaram 144% nos últimos 10 anos, buscas por frases como “SERÁ QUE ISSO FAZ MAL?”, “ISSO CAUSA CANCER?”, e etc

Neste cenário a busca pelo NATURAL cresce, mas mesmo assim nosso cérebro continua precisando de estímulos e é por isso que as marcas cada vez mais acrescentam as sensações POWER e extra em suas estratégias de comunicação.

COMO AS MARCAS PODEM SE COMUNICAR MELHOR COM O PESSOAL NATUREBA?

Aí vão os 3 principais pontos para ficar de olho na hora de montar sua estratégia:

1 – AINDA NÃO HÁ NATURAL QUE SOBREVIVA SEM POWER
O natural é cada vez mais associado ao conceito de SAUDABILIDADE. Mas para ganhar a atenção deste público é preciso incluir as características da ERA POWER: intensidade, indulgência, efetividade e rapidez.
Não basta ser um Xampu com vitaminas. Tem que ser XAMPU BOMBA DE VITAMINAS. Não basta ser alimento funcional. Tem que ser um SUPER FOOD CHEIA DE SABOR.

2 – O INGREDIENTE É REI
Comunicar a procedência, a história e outras informações sobre os ingredientes dos produtos, por mais simples que sejam, deixam SEUS PRODUTOS MAIS ATRATIVOS.

3 – CASEIRO É O SAUDÁVEL VIÁVEL
Seu produto conversa com o Universo Caseiro? Bom para você. O caseiro entrega bem a necessidade de prazer e conforto e deixa o consumidor com a percepção de saudável. Ex: Fui eu mesmo que misturei os ingredientes, não existe química, etc.

Veja o infográfico que mostra as tendências de busca relacionadas a uma busca incessante em corrigir os erros do passado.

 

O que é SEO e por que você, pequeno ou médio empresário precisa dele?

O que é SEO e por que você, pequeno ou médio empresário precisa dele?

Loading Likes...

Você tem um pequeno ou médio negócio e gostaria de gerar mais visibilidade para sua marca na internet?

Então você provavelmente já ouviu falar do marketing digital – mais especificamente, de SEO.

Se não, saiba que ele é um aliado fundamental para colocar o seu negócio em um novo patamar na web.

 

O que é SEO e qual sua importância

SEO, ou search engine optimization, é um conjunto de técnicas de otimização de sites para buscadores, aplicadas na página da sua marca para melhorar o seu posicionamento online.

Seus potenciais clientes utilizam a internet diariamente para procurar por serviços que podem ser exatamente aqueles que você oferece.

Então como fazer com que eles encontrem a sua página antes que entrem nos sites dos seus concorrentes e comprem deles?

É aí que entra o papel de um bom pacote de serviços de SEO.

Motores de busca, como o Google, priorizam alguns fatores na hora de determinar a relevância de uma página para determinada busca.

Entre esses fatores, as principais categorias são on-page, off-page ou link building e a experiência do usuário (junto com os sinais sociais).

Essas são os principais focos do trabalho de SEO.

 

As principais técnicas de SEO on-page

O SEO on-page é a modalidade na qual as otimizações são feitas dentro da própria estrutura do site. Esses ajustes abrangem o conteúdo e a estrutura das páginas.

A principal preocupação aqui é com a title tag, ou simplesmente o título da sua página. Ela é fundamental tanto para o seu leitor como para os motores de busca, e deve ser posicionada de modo a ser identificada o quanto antes.

Depois, o foco é a URL: vale a pena investir em endereços de página visualmente agradáveis e com termos claros, incluindo a palavra-chave que você quer ranquear (colocar em evidência para os buscadores).

O próximo passo é a meta description. Ela é aquele texto curto que aparece embaixo do título da página quando você faz uma pesquisa no Google, por exemplo. Ela dá aos leitores uma prévia sobre o que pode ser encontrado ali. É fundamental que ela chamativa e bem escrita.

Outro fator fundamental são as palavras-chave. Mas atenção: a sua simples presença, repetida exaustivamente, ao invés de ajudar, atrapalha: não se esqueça de que os mecanismos de busca priorizam a qualidade.

Assim, além de escolher palavras-chave de acordo com o seu tipo de negócio e de cliente, é importante saber posicioná-las dentro do seu texto, em locais específicos e com uma frequência adequada. Tudo para que o texto flua natural e agradável para o leitor.

Lembre-se de que a qualidade da experiência do visitante no seu site também é levada em conta pelos mecanismos de busca.

Falando nisso, outro aspecto fundamental para garantir um bom posicionamento online da sua marca é um bom conteúdo.

Buscadores valorizam conteúdo original, exclusivo, atualizado e de qualidade, que faça com que o leitor não precise mais voltar à SERP (página com os resultados da busca).

Investir em conteúdos visuais, assim como em um design que enriqueça a experiência do leitor na sua página (independente do dispositivo que ele estiver utilizando), são outras estratégias de SEO fundamentais para colaborar para um melhor posicionamento online da sua marca.

Incentivar os leitores a compartilharem em redes sociais os conteúdos que acharem interessantes também é essencial!

 

Benefícios da otimização de sites para buscadores

Investir na otimização do seu site através das técnicas de SEO vai ajudar não só a trazer mais visitantes para o seu site como também a aumentar o número dessas visitas que são de fato convertidas em vendas.

Todo esse trabalho pode parecer árduo, mas vale a pena: usar os mecanismos de busca como seus aliados para melhorar a performance da sua página só traz benefícios para a sua marca.

A boa notícia é que você não precisa se encarregar de tudo sozinho: você pode contar com a ajuda de profissionais sérios e competentes para fazer o trabalho duro para você.

Eu, Juliano Calão, terei o maior prazer em te ajudar a dar à sua marca a visibilidade que ela merece, usando técnicas de SEO e outras estratégias de marketing digital.

 

Entre em contato comigo!

Como é feito o trabalho inicial de SEO?

Como é feito o trabalho inicial de SEO?

Loading Likes...

Entenda como funciona o trabalho de SEO (Otimização de Sites para Buscadores)

Se você é novo neste mundo de otimização de sites para buscadores, os primeiros meses de qualquer contato com uma empresa de SEO pode ser muito confuso.

A indústria de SEO (Otimização de Sites para Buscadores) é muito generosa com as informações existentes, mas um dos assuntos que é muito raro ser falado é o que, exatamente, será feito num trabalho inicial de SEO. Isto pode ser inquietante para um negócio que está se interessando pelo serviço de  otimização de sites para buscadores.

(mais…)

Conheça as principais Perguntas e Respostas sobre a nova atualização do Google Mobilegeddon

Conheça as principais Perguntas e Respostas sobre a nova atualização do Google Mobilegeddon

Loading Likes...

Em fevereiro, A Google anunciou uma nova atualização em seu algoritmo de buscas que otimizará as classificações de páginas compatíveis com dispositivos móveis (ou seja, páginas que podem ser claramente lidas e usadas neles) em resultados de pesquisa para esses dispositivos no mundo todo. Inversamente, as páginas desenvolvidas apenas para telas grandes podem ter uma queda significativa nos resultados de pesquisas para dispositivos móveis.

A atualização de compatibilidade com dispositivos móveis foi lançada dia 21 de abril pelo Google e eles publicaram um FAQ com as principais perguntas a respeito desse assunto e como esta atualização implicará nos resultados de buscas.

Para entender melhor tudo isso, confira aqui abaixo as perguntas frequentes: (mais…)

4 argumentos para você otimizar seu site para smartphones

4 argumentos para você otimizar seu site para smartphones

Loading Likes...

Site otimizado para celulares. Por que devo me preocupar com isso?

Já faz alguns anos que temos ouvido falar a respeito de ter um site otimizado para celulares, smartphones ou tablets e já temos falado para nossos clientes a respeito desta importância. Um “site responsivo” é aquele que é totalmente adaptável para qualquer plataforma. Ou seja, ao acessar o seu site, o cliente pode navegar livremente tanto usando um smartphone, um tablet, um notebook ou um PC. Isso torna mais fácil ao visitante de seu site poder ter acesso às suas informações ou serviços de qualquer lugar ou a qualquer momento que ele precisar.

A primeira vez que ouvi falar sobre este termo “Sites responsivos” foi em 2010 ao participar de eventos e também ler artigos na internet onde profissionais da área de design e desenvolvimento já explicavam sobre a importância de utilização de códigos HTML5 e CSS3 que poderiam fazer com que os nossos visitantes acessassem mais facilmente nossos conteúdos em seus celulares. (mais…)